Lá no início dos anos 90, dois grandes estudos com foco no mundo nos negócios foram publicados: A 5ª Disciplina, por Peter Senge, e o Balanced Scorecard, por Norton e Kaplan. Os dois tratam de um olhar sistêmico, já que a visão linear é tacanha e quebra muitos negócios.

E por que isso acontece? Exatamente porque o sistema, como já dito, tem uma agenda, um modus operandi, um jeito próprio de ser. Há relações entre os fatos, decisões e ações de várias partes.

O sucesso ou o fracasso não dependem só de você, mas dos relacionamentos profissionais, comerciais e sociais nos quais você está inserido(a). A lei da causa e efeito é implacável.

Certa vez, eu, ainda criança, e minha família, viajávamos de ônibus de Jaboticabal/SP, onde morávamos, para São Paulo.

Estávamos na região de Jundiaí, na Via Anhanguera (a Bandeirantes ainda não havia sido construída). Eu estava no primeiro banco do lado direito, de modo a ver tudo o que se passava na frente.

De repente, um carro passa correndo e entra na frente do ônibus. A velocidade foi tanta, e a ação tão brusca, que não conseguiu se manter na pista. Saiu capotando várias vezes, indo para o meio do mato.

Nesse momento, o motorista do ônibus resolveu parar para prestar socorro. Muitos passageiros desceram para ajudar.

Uma mulher sentada próxima a nós, começou a se revoltar, gritando para que não fizessem isso. O marido dela estaria a esperando no posto policial, logo a frente e ela não queria atrasar. Crise intensa instalada.

De qualquer maneira, mesmo assim, o motorista manteve a decisão e os passageiros, junto com ele, foram socorrer.

Depois de algum tempo, trouxeram o motorista do carro para o ônibus. Ele estava sozinho, machucado, com a roupa rasgada, mas lúcido, sem correr risco de morte.

Assim que entrou no ônibus, a surpresa: ele era exatamente o marido daquela mulher que não queria que o socorro fosse prestado.

Segundo ele, ao ver o ônibus, correu para chegar primeiro, pois, caso contrário, sua esposa iria ficar nervosa por não o encontrar no posto da Polícia Rodoviária.

Estamos vivendo um momento desses. O nosso carro capotou. É preciso parar o ônibus para socorrê-lo.

Até os bancos e grandes economistas estão dizendo (e há como demonstrar financeiramente). As práticas mais modernas de gestão nos ensinam a olhar o sistema.

Portanto, cuidado ao esbravejar! Lembre-se: os seus reais interesses podem estar lá dentro do automóvel, de pernas para o ar, clamando por auxílio, enquanto você está preocupado(a) em chegar no posto da polícia, de qualquer maneira. Só que, ao chegar lá, nada encontrará.

Pense nisso, se quiser, é claro!

Prof. Ms. Coltri Junior é estrategista organizacional e de carreira, palestrante, adm. de empresas, especialista em gestão de pessoas e EaD, mestre em educação, professor, escritor e CEO da Nova Hévila Treinamentos. www.coltri.com.br; Insta: @coltrijunior

Deixe uma Resposta

Your email address will not be published.Required fields are marked *